Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim

Só uma revista com o histórico da Natureza poderia produzir uma obra tão relevante para a botânica e o paisagismo brasileiro: Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim. São cerca de 3.155 espécies, divididas em 3.264 páginas que compõem os seis volumes da coleção.

O autor Valério Romahn explica que a maioria das imagens estão ambientadas no paisagismo já que a obra é dirigida a pessoas que precisam escolher as mais belas plantas que combinam com seus jardins. Além disso, para ser completo o trabalho mostra também plantas de todo o planeta, inclusive as raras e as de beleza extraordinária. Fruto do trabalho de mais de 30 anos, as cerca de 3.000 espécies sempre foram fotografadas em seu melhor momento, especialmente as floríferas.

Esta Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim teve sua gênese em A Grande Enciclopédias Ilustrada das Plantas e Flores — obra em 13 volumes e totalmente esgotada — porém com novas espécies, completa atualização dos nomes científicos, e organização revista para tornar a consulta muito mais rápida e fácil para o jardinista. Mesmo para espécies que constavam da edição anterior, centenas de fotos foram trocadas por outras de maior beleza e perfeição.

Ainda segundo Valerio, o intenso uso do DNA como ferramenta para estudos botânicos, revolucionou tudo o que havia sido feito até então. Por isso, foi feita uma reclassificação taxonômica com intensa alteração de nomes, a transferência de uma família para outra e até o surgimento de novas famílias. Todo o material informativo foi revisto e, por volta de 40% dos textos descritivos da primeira enciclopédia, foi ampliado e atualizado.

A nova coleção tem utilidade para públicos bem específicos. É indispensável para jardinistas por permitir a identificação das espécies, única maneira de se conseguir fazer o cultivo de forma correta e deixar o jardim sempre bonito.

Para os paisagistas é material de trabalho, já que eles precisam ter todas as informações botânicas para acertar na escolha de acordo com o projeto, as necessidades de solo e insolação.

Para botânicos e estudiosos é a maneira mais eficiente de se aprofundar no assunto pela confiabilidade das informações, com cada planta conferida por diversos especialistas e aprimorada pelas constantes pesquisas realizadas para as reportagens da Revista Natureza.

Volume 1: Herbáceas de A-G
Volume 2: Herbáceas de H-Z
Volume 3: Samambaias, Arbustos e Arbustos Escandentes
Volume 4: Trepadeiras, Cactos, Suculentas e Ervas & Temperos
Volume 5: Orquídeas, Bromélias e Aquáticas
Volume 6: Árvores, Coníferas e Palmeiras

Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim terá capa dura, encadernação primorosa, com mais de uma foto para cada espécie. Uma obra essencial para consulta e deleite de todos os que amam jardins, plantas e flores.

6 volumesFormato: 21 cm x 28 cmAprox.: 576 páginas
De R$ 1678,80 por
10x de R$ 110,00
ou R$ 990 à vista no boleto
FRETE GRÁTIS*
GARANTA SUA COLEÇÃO VEJA POR DENTRO TIRE SUAS DÚVIDAS

Datas de envio


- Volume 1 (Novembro/2017)

- Volume 2 (Fevereiro/2018)

- Volume 3 (Abril/2018)

- Volume 4 (Junho/2018)

- Volume 5 (Agosto/2018)

- Volume 6 (Outubro/2018)


*Frete gratuito para o território brasileiro.

Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim

Questões sobre a coleção:

1 - Os livros serão vendidos separadamente?
Não. Somente será vendida a coleção completa.

2 - Por que eu devo comprar esta coleção se já tenho “A Grande Enciclopédia Ilustrada das Plantas e Flores”
“A Grande Enciclopédia Ilustrada das Plantas e Flores” foi lançada em 2011. Desde então, como nas novelas, o teste de DNA para comprovar o parentesco de pessoas — e de plantas — tem sido cada vez mais usado. Os botânicos passaram a conferir por esse DNA o parentesco entre as plantas e viram que era preciso reclassificar muitas espécies.

Isso quer dizer que muitas delas tiveram os nomes alterados, foram transferidas de uma família para outra e novas famílias surgiram. Embora feita com todo o critério e cuidado, o fato é que a antiga enciclopédia ficou desatualizada.

Assim, foi criada a “Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim”. Todos os textos foram revisados e em cerca de 50% deles foram acrescentadas novas informações.

Ou seja, por melhor estado que esteja sua enciclopédia antiga, o fato é que os botânicos tiveram que fazer novos estudos e isso não significa apenas a troca de nome, mas um aprimoramento das informações adequadas aos cuidados de cada uma das famílias das plantas. Quanto mais você entender a planta melhor vai poder cuidar dela e deixar o jardim muito bonito.

3 – Os livros serão vendidos em livrarias (Cultura, Saraiva)?
Não no primeiro momento. Após a venda pelo site e pelo Atendimento ao Leitor da Editora Europa, quando a coleção estiver completa, e se restarem exemplares, eles serão vendidos em livrarias.

4 - O conteúdo dos livros já foi publicado nas edições da Revista Natureza?
Não da maneira como aparece na Enciclopédia e tampouco na quantidade mostrada. A enciclopédia detalha todas as espécies enquanto na revista Natureza são publicadas reportagens com duas a três plantas por mês. Como são cerca de 3.155 espécies, se fosse na Revista Natureza seriam precisos 87 anos para publicar todas as espécies catalogadas na enciclopédia.

5 - Já tenho a última Coleção com 13 livros porque preciso comprar esta?
Para ficar atualizado com o que há de mais moderno na classificação das plantas e suas particularidades em todo o mundo. Só quem conhece bem uma planta é capaz de planejar jardins e ter sucesso no cultivo.

6 - As espécies novas e as nomenclaturas que mudaram, elas foram atualizadas nas coleções Flores para o Jardim e Guia de Plantas?
Sim, a cada edição da revista e dos livros é sempre feita a atualização. Porém, por limitação de espaço nas publicações, a equipe é obrigada a fazer escolhas, restringir o número de opções. Só na nova enciclopédia a informação vem completa e ilustrada para todas as plantas.

7 - As descrições das plantas vão ser iguais as descrições da Enciclopédia anterior? Terá o mesmo design?
Cerca de 40% do conteúdo da nova enciclopédia é inédito devido as mudanças realizadas pelos botânicos, seja na descrição da planta ou na nomenclatura. Quem é paisagista por exemplo, não pode ignorar que uma planta trocou de nome, o que certamente gera confusão na hora da compra de uma espécie, por exemplo. Só o nome científico correto é que garante a perfeita execução de um jardim, por exemplo, ou o cultivo para um produtor ou viveirista.

8 - Haverá dicas de cultivos, como: adubação, poda, plantas pra sombra ou meia sombra e clima?
Todas as características da planta são mostradas com as informações essenciais, porém sem entrar em todas as minúcias. O uso da planta e suas preferências como sol ou sombra estão sempre presentes, assim como origem, clima preferido e reprodução. Detalhes como adubação ou poda não são citados para não exagerar nas minúcias. Afinal, trata-se de uma enciclopédia e não de um guia de cultivo.

9 - Terá plantas do cerrado, caatinga e regiões mais áridas?
A “Grande Enciclopédia Natureza de Plantas e Flores para o Jardim” tem flores de todo o mundo. Mas, obviamente, as nativas merecem um cuidado todo especial do autor, ele próprio um fã das plantas brasileiras. A divisão dos assuntos é feita por gêneros. Cactos e suculentas, por exemplo, fazem parte do volume 4.

10 - As fotografias são novas? Se sim, vão mostrar detalhes como: caule e folhagens?
Existem muitas fotos novas, já que nos últimos 6 anos o material continuou a ser produzido. Os detalhes são sempre mostrados de acordo com a pertinência da espécie, se a beleza das plantas está na flor, é ela que aparece em destaque. Já se é o caule o atrativo ornamental há uma foto maior para mostrar esse detalhe. Mesmo plantas que não sofreram alterações de nomenclatura podem ter fotos novas.

11 - São as mesmas espécies da Enciclopédia e Plantas para uso paisagístico?
Obviamente que as principais plantas estão em todos os livros e guias que produzimos. A grande diferença é a abrangência do trabalho e o número de espécies.

12 - Há fotos e conteúdos inéditos?
O autor calcula que por volta de 40% do material seja novo. Há cerca de 100 espécies que não constavam da enciclopédia anterior.

13 - O 13º volume foi feito há três anos. A coleção vai aproveitar também esse conteúdo?
O 13º volume foi uma solução para acrescentar novas espécies ao conteúdo dos 12 primeiros volume. Todas elas farão parte da nova enciclopédia.

14 - A coleção Guia de Plantas para Uso Paisagístico tem alguma relação com a “Grande Enciclopédia Natureza de Plantas para o Jardim”
Não. O critério da coleção "Guia de Plantas para Uso Paisagístico” é a facilidade de se encontrar em gardens centers as plantas descritas. A nova Enciclopédia é a única e completa, a “mãe” de todas as informações levantadas ao longo do tempo pela equipe da Natureza.

15 - Essa coleção vai servir para quem não é especialista?
Com certeza. Ela é escrita de forma muito clara e, embora tenha todos as informações corretas para serem usadas pelos profissionais, pode (e deve) ser usada por todas as pessoas que gostam de plantas e se importam com seus jardins.

16 - O frete é grátis?
Sim, o frete grátis para todo Brasil.

17 - Serão as mesmas plantas da enciclopédia anterior? Ou serão só novas plantas? Ou só as plantas atualizadas?
As três coisas. Tem as plantas da enciclopédia anterior que permaneceram sem alterações, tem a atualização do que foi alterado, e tem também todas as novas plantas levantadas no período.

18 - Quais as medidas do livro (altura x largura)?
Cada livro tem 20,5 x 27,5 cm com lombada aproximada de 9cm.

19 - A enciclopédia estará disponível em formato digital?
Não haverá formato digital.

20 – Como será a divisão das espécies pelos 6 volumes da “Grande Enciclopédia Natureza de Plantas e Flores para o Jardim”
Nos dois primeiros volumes estão as herbáceas, o maior grupo de plantas presentes na enciclopédia, especialmente pela sua beleza e pelo seu uso em jardim. São 1.220 espécies só nesse grupo. Por isso foi preciso dividir em dois volumes de 576 páginas cada um.

Nos outros volumes as famílias foram agrupadas de maneira lógica e por afinidade.

Volume 3 com as Samambaias, Arbustos e Arbustos Escandentes.
Volume 4 com Trepadeiras, Cactos, Suculentas e Ervas e Temperos.
No volume 5 estão as Orquídeas, as Bromélias e as Aquáticas.
E no Volume 6 as Árvores, Coníferas e Palmeiras.