Assinaturas
Data limite de entrega


  • 24/08/2017
    Viaje Mais
    Edição 195

  • 31/08/2017
    XBOX
    Edição 135

  • 31/08/2017
    Gameinformer
    Edição 12

  • 31/08/2017
    Vegetarianos
    Edição 130

  • 31/08/2017
    PlayStation
    Edição 234

  • 31/08/2017
    Mundo
    Edição 92

  • 31/08/2017
    Sega Saturn

  • 15/09/2017
    Natureza
    Edição 356

  • 15/09/2017
    Fotografe Melhor
    Edição 252

  • 25/09/2017
    Orquídeas
    Volume 8

+ ver mais datas

Últimas notícias

A Arte Do Cinema: Star Wars
Desaconselhável para leitores politicamente corretos
Os Estagiários do Crime
Conspiração no Fim do Mundo
Livro sobre Bento XVI ajuda a entender a renúncia
Meu Irmão, o Papa
Elfos – Aventura e Fantasia
A Grama do Vizinho é Mais Verde
Billy Graham – A Caminho de Casa
Louca Pra Casar de Susanne Leinemann

Conspiração no Fim do Mundo

06/06/2013

Em sua primeira obra de ficção, o jornalista trata da desconfiança dos militares brasileiros, nos anos 80, sobre a possibilidade da Argentina construir a bomba atômica

Aos 92 anos, o jornalista e empresário Saïd Farhat tem um baú cheio de histórias, ideias e projetos. Conspiração no Fim do Mundo, sua primeira trama de ficção, foi pinçada do acervo digital do autor − sim, ele tem tudo registrado em computador − e agora será lançada dia 11 de junho pela Editora Europa, na Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi. A história retrata certo clima de desconfiança e tensão que existia entre os militares brasileiros, no início dos anos 80, de que a Argentina se preparava para produzir sua bomba atômica, enriquecendo urânio, em um laboratório nas imediações de Bariloche.

A ideia da trama nasceu durante uma das inúmeras viagens de Farhat à estação de esquie dos Andes e lá viu uma placa, no entroncamento de duas estradas, que dizia: “Neste lugar, o descuido de pessoas causou vítimas e destruição de animais e plantas”. Para completar, Farhat ficou sabendo que a poucos metros dali existia uma instalação nuclear argentina. Essa combinação de fatos instigou o jornalista a escrever, pouco a pouco, por mais de 30 anos, Conspiração no Fim do Mundo. “Nos anos 80, essa percepção de desconfiança era real entre os militares e os cientistas brasileiros”, lembra Farhat. “Eles acreditavam que isso poderia mesmo acontecer, assim como hoje se teme o potencial bélico nuclear dos iranianos ou dos norte-coreanos.”

Para investigar as suspeitas e conduzir a ficção, o escritor escalou o coronel Antônio Schmidt, engenheiro eletrônico com especialização em energia nuclear, que é enviado ao país vizinho em missão secreta de espionagem. Sob o disfarce de professor universitário, o militar se infiltra no território argentino para apurar informações sobre o programa nuclear em andamento.
O impasse diplomático, além da iminente crise militar entre os dois países, são os elementos que Saïd Farhat combina com maestria para compor a trama desta ficção. Ex-ministro e jornalista, Farhat sabe como poucos como as decisões são tomadas no nível mais alto do poder — o da Presidência da República. É exatamente aí que reside a força de envolvimento de Conspiração no Fim do Mundo. O resultado é uma história vibrante, instigante e cheia de suspense.

Conspiração no Fim do Mundo é o quinto livro de Farhat, antes vieram “O Fator Opinião Pública, Como se Lida Com Ele” (1992), “Dicionário Parlamentar e Político” (1996), “Lobby. O que é. Como se Faz” (2007) e “Tempo de Gangorra” (2012).

Ficha técnica
Editora Europa; 448 pág.
Formato: 16 cm x 23 cm
Preço: R$ 39,90
Onde encontrar: nas principais livrarias do País; no site www.livrariaeuropa.com.br
ou pelos telefones (11) 3038-5050 (capital) ou 0800 8888-508 (outros Estados)

Para ler o primeiro capítulo, clique aqui
Para baixar imagem da capa em alta, clique aqui.

Sobre Saïd Farhat
Nasceu em Rio Branco, Acre, em 12 de novembro de 1920, e iniciou sua carreira no IBGE, onde trabalhou até 1952. Na iniciativa privada, ocupou, a partir de 1954, cargos de direção na Standard Propaganda e J. Walter Thompson. Em 1965, adquiriu a revista Visão, dando início a uma fase de grande prestígio daquela publicação. Foi convidado à presidência da Embratur em 1975, onde trabalhou por três anos. Em junho de 1978, foi convidado pelo general João Figueiredo, antes mesmo de assumir Presidência da República, para ser seu primeiro assessor civil.

Posteriormente, permaneceu por dois anos e meio à frente do Ministério da Comunicação Social. De volta à publicidade, Farhat foi presidente do Conselho da Salles/Inter-Americana. Em 1985, fundou a Semprel, empresa de relações governamentais e assessoria política. Lançou, em 1992, o livro “O Fator Opinião Pública, Como se Lida Com Ele”. Quatro anos depois, fez nova investida editorial com o “Dicionário Parlamentar e Político”. Já em 2007, foi a vez do título “Lobby. O que é. Como se Faz”. Em 2012, lançou “Tempo de Gangorra”, livro que trata dos bastidores e do seu estreito convívio com João Figueiredo.

Sobre a Editora Europa
Fundada há 25 anos, a Editora Europa é uma empresa de capital 100% brasileiro. Atualmente, com mais de 100 funcionários, publica 16 revistas, afora guias, livros ilustrados e literatura.

Sinopse de Conspiração no Fim do Mundo
Brasil e Argentina vivem um clima de forte tensão. O comando militar brasileiro desconfia de que os argentinos estão enriquecendo urânio com fins militares em um laboratório nas imediações de Bariloche. Para investigar as suspeitas, o coronel Antônio Schmidt, engenheiro eletrônico com especialização em energia nuclear, é enviado ao país vizinho em missão secreta de espionagem. Sob o disfarce do professor universitário Antônio Gomes, o coronel Schmidt deve se infiltrar em território argentino e levantar o máximo de informações acerca do programa nuclear em andamento. As conclusões são contundentes: é praticamente certo que está em curso o processo de desenvolvimento de uma bomba atômica. E mais: o artefato provavelmente será detonado em um teste no extremo sul do continente americano, na Patagônia, na região conhecida como Fim do Mundo.

Informações para a imprensa: Assessoria: Gilberto de Almeida, tel.: (11) 9.9121-9971; gibalmeida@uol.com.br ou Editora Europa: Aida Lima (11) 3038-5118 ou aida@europanet.com.br